domingo, 30 de março de 2008

Nem parece avião!

A primeira classe da cia.aérea Emirates Airlines parece uma suíte de hotel 5 estrelas. As cabines individuais (baseadas nos trens europeus) podem custar até USD 16.000 - oito vezes mais que a diária de um dos hotéismais luxuosos do mundo, o Burj al Arab, também situado em Dubai.
Além dela, a British Airways e a Singapore Airlines têm investido muito no conforto nas suas aeronaves. Estamos falando de pijamas de seda, tv de tela plana, serviço de quarto personalizado, closet individual e um nécessaire repleto de produtos da Bulgari e Dior.
Com essa tendência, os fabricantes também têm que se adaptar. A Boeing lançou o Dreamliner, uma aeronave projetada para minimizar a impresão de estar viajando de avião. Suas janelas são 75% maiores que dos aviões tradicionais — e escurecem automaticamente com o toque de um botão, dispensando o uso de cortinas. Um sistema especial de iluminação permite simular a sensação de dia e noite, minimizando os efeitos do jet lag. Além disso, sensores ajudam a diminuir solavancos em caso de turbulência — tudo para que o passageiro simplesmente se esqueça de que está muito, muito longe da terra firme.
Na Malaysia Airlines, passageiros da primeira classe contam com um helicóptero à disposição para levá-los ao aeroporto.
E companhias como Qatar Airways, British Airways e Singapore Airlines vêm investindo na sofisticação das salas de embarque. Entre as extravagâncias há restaurantes cinco estrelas, saunas, spas com jacuzzi e, no caso da Singapore, um enorme chafariz logo na entrada.
Estima-se que, atualmente, 35% da receita das empresas aéreas venham da venda de bilhetes para a primeira classe e a classe executiva.
Entre os próximos projetos dessas empresas estão amplas cabines individuais, minibar, salas de ginástica e de reunião. Além disso, duchas e banheiras de hidromassagem também não estão descartadas — tudo para que o passageiro se esqueça das agruras de uma viagem que pode durar até um dia inteiro. Melhor que isso, só um hotel cinco estrelas.
Veja um Vídeo sobre as melhores primeiras classes do mundo! Boa viagem!

quinta-feira, 27 de março de 2008

Lema da Four Seasons


"A maneira como você trata seus funcionários é como espera que eles tratem seus clientes!" - Isadore Sharp, fundador e presidente mundial da rede de hotéis de luxo Four Seasons, sobre a participação da empresa na lista dos melhores para trabalhar da Revista Fortune.

quarta-feira, 26 de março de 2008

We´ll make you feel at home!

SENSACIONAL!!!! Podem dizer o que for, mas a propaganda do CITY LODGE passa a mensagem, faz a gente dar risada e ainda não conseguimos esqueçer dela! Adorei!
Além de tudo, trabalha direitinho com as 4 premissas básicas de uma propaganda: Música, Pessoas, Tema (história) e Produto.

video

Trabalho em Equipe é TUDO!

Dê uma lida no texto do Sérgio Canossa, sócio-diretor da Sercan Consultoria e Treinamento, e reflita se você trabalha em equipe ou trabalha junto?

Porque os clientes sempre pedem descontos?

Gosto muito dos artigos do Lior Arussy, presidente da Strativity Group, Inc., autor de vários livros e considerado um dos maiores "gurus" de relacionamento (experiência do cliente) da atualidade.
Na Revista Consumidor Moderno de dez/jan 08, ele fala sobre esta "mania" dos clientes pedirem descontos.

"Quando foi a última vez que você pediu um desconto na Starbucks? Já tentou negociar um abatimento na diária do Four Seasons ou no Ritz?E solicitar uma taxa de juros melhor para sua aplicação no Commerce bank?Que tal negociar uma tarifa aérea mais barata na Virgin Atlantic ou na Singapure Airlines? A resposta é: nunca!
A verdade é simples: Os consumidores buscam preços mais baixos quando não conseguem perceber valor sucifiente no produto ou serviço, ou porque não acreditam que o valor a ser proporcionado será igual ao prometido. Resumindo: os clientes pedem desconto porque consideram que o preço do produto irá corresponder à experiência prometida.
Os consumidores buscam descontos para se proteger de promessas não cumpridas no passado."

O livro dele: "A Experiência do Cliente" , com linguagem simples e objetiva, fala sobre como melhorar o atendimento ao cliente contando uma história.

A "experiência" Starbucks!

Adoro a trajetória da Starbucks. No Site Oficial Starbucks, é possível ler a história, conhecer os produtos e novidades. Tem também o site do Brasil.
Mas a situação não está boa por lá:
* McDonalds entrando com máquinas para servir café.
* Para combatê-los criou um café mais simples por USD 1,00 + refis grátis em algumas lojas. (Normalmente seu café custa USD 4,00).
* Vai parar de produzir sanduíches quentes com ovo, pois interferem no cheiro do café.
* Na primeira página do site dá para ver uma carta do presidente falando sobre o escândalo atual das gorgetas. Se não sabem do que se trata, dá uma olhada aqui.
E sua receita de sucesso? No Livro: "A Estratégia Starbucks: 5 princípios para Transformar o Ordinário em Extraordinário", a empresa conta os como alcançou este patamar mundialmente:
1) Aja como se fosse o dono!
2) Tudo importa
3) Surpresa e encantamento
4) Abrace a oposição
5) Deixe sua marca
Vamos esperar agora as 5 iniciativas de inovação que a empresa lançará ainda este ano.


Melhores piscinas do mundo - Parte 1


Begawan Giri Hotel - Ubud - Bali

Hotel Elan - Dallas

Golden Nugget Las Vegas - Um tanque com 750 milhões de litros d´água.

Hotel Burj Al Arab - Dubai


San Alfonso del Mar - Chile - "A maior piscina do Mundo"

Hotel Intercontinental - Hong Kong


---------------
Veja também os posts:
Melhores piscinas do Mundo - Parte 3

segunda-feira, 24 de março de 2008

Guia de Experiências

Esta Agência de Viagens foi genial no seu slogan e sua proposta: "Qual o seu sonho?"
A Immaginare (que pertence ao grupo Freeway) realiza o que você sonha!
As mais de 400 experiências são divididas por temas, como Motor, Corpo e Alma, Viagens, Aventuras, Nas Nuvens, Pecados, Água e VIP. Entre elas estão Spa's de luxo, o hotel mais caro do mundo , vôo de paraglider , restaurantes maravilhosos e até mesmo alguns dias de descanso no Iate da família Onassis.
É o tipo de empresa que montou seu negócio (sabendo disso ou não) baseada no "Marketing dos Sonhos". Ao invés de produtos e serviços, vender sonhos. Assim, a empresa é "dona" dos clientes, não dos produtos e serviços. O ser humano tem 3 tipos de sonhos básicos: social, liberdade e heroismo. Esta agência oferece muitos pacotes onde é possível realizá-los.
Vale a pena conhecer o site e o negócio deles....

Influências sobre o Consumidor de Luxo.

Aqui estou eu falando sobre LUXO novamente. Não é fascinante este assunto? Falar sobre "desejos, emoções, sensações, experiências"...afinal, produtos suprem necessidades, experiências suprem desejos.Se luxo é a excelência no fazer, estamos falando de um doce caseiro, uma toalha branca bordada a mão, coisas que as vezes passam desapercebidas, mas tem um toque 100% "Luxury". Não estamos falando de dinheiro. Aliás, para quem lida com Luxo não existe preço/custo, mas de "VALOR"!!! Quanto vale isso para você? Lembrando que, quanto mais inacessível, mas as pessoas desejarão.
Bem, existem 3 grandes influenciadores para este cliente:
1) Meio Social (amigos, conhecidos, lugares que frequenta, ambiente que tem afinidade). Ex: alguns objetos funcionam como pré requisito para continuar transitando em determinados círculos, pois funcionam como instrumento de aproximação e comunicação entre as pessoas.
2) Ambiente Profissional - Luxo pode ser pré requisito para atuar em certas áreas. Pode sinalizar a ambição de subir na carreira ou só adequar-se ao meio.
3) Família - cuidado com a aparência pessoal, gosto pela estética dos objetos, preservar tradições familiares através da transmissão de alguns objetos (Ex.: quem herda jóias). Muitas marcas trabalham bem isso: Ex.: Daslu Kids, Daslu Teen, Daslu Bebê. Armani e Dior também já embarcaram nesta linha.
Estes 3 são as principais influências, mas claro que a mídia tem um peso grande aí.
Quer ficar mais antenado no que está acontecendo no mercado de luxo, o Carlos Ferreirinha, da MCF Consultoria tem curso, notícias e opiniões interessantes. Embora dizem que ele copia muitas coisas dos escritores de Luxo mundo afora, pelo menos está vendo este assunto pela perspectiva do nosso país e preparando melhor nosso mercado para esta "onda"! Veja um de seus comentários para a Vejinha: "Só atributos emocionais explicam um indivíduo entrar numa fila para pagar 5 500 reais por uma bolsa. As pessoas não estão comprando um produto, mas um comportamento."

Você sabe o que é o Riquistão?


Do original "Richistan" é um país imaginário dentro de uma nação de verdade, os EUA, que é composto por mais de 10 milhões de famílias que juntas ganharam (ou possuíram) mais de USD 17 trilhões em 2006.
Obs.: EUA em 2006 teve seu PIB de USD 13,2 trilhões. Só por curiosidade, o do Brasil foi USD 967 bilhões.
O jornalista Robert Frank escreveu este livro : "Richistan - A Journey Through the American Wealth Boom and the Lives of the New Rich" falando que os muito ricos se tornam uma comunidade a parte da sociedade.
Se você ganha entre USD 10 e USD 100 MI/ano, é neurótico (ou quase) com segurança e limpeza, não tem a menor idéia de como as pessoas "pobres" vivem e seu mundo é praticamente uma bolha...Parabéns, vc já pode solicitar seu "green card" para o "Richistão"!!!!
Olha só uma passagem do livro para você ir se acostumando ao seu real world:
“My boat is bigger than your boat.” Only in Richistan would a 100-foot-boat be considered a dinghy. Personal pleasure craft have started to rival navy destroyers in size and speed. Richistan is also a place where friends make fun of those misers who buy the new girlfriend a mere Mercedes SLK.
Se você acha que estamos falando só dos EUA, está muito enganado. O mercado de capitais e o crescimento econômico têm proporcionado dados como estes abaixo:
Fortunas do Brasil
O número de brasileiros com mais de 1 milhão de dólares aumentou 30% em quatro anos
2003 - 92 000
2004 - 98 000
2005 - 109 000
2006 - 120 000
Fontes: Capgemini e Merrill Lynch
Estamos falando de 19 novos milionários por dia. veja a matéria inteira da Exame de 12/02/07 aqui.

Quem são os "clientes" do futuro?

Geração Y ou Millenials...já ouviu falar deles?Pessoal de 18 a 30 anos e, de acordo com a jornalista Márcia Rocha da revista Exame (26/3/08), impaciente, infiel e insubordinado.
Este é o perfil deste público. Interatividade e tecnologia (tudo com uma boa dose de entretenimento) são palavras de ordem para os Millenials.
Quem quiser saber mais, o livro "Millenials Leaders" - Scott Wilder (ainda sem tradução para o português), vai informar detalhes.
Agora imaginem este pessoal como consumidor?
Como se não nos bastasse os "Baby Boomers" (nossos avós que já estão online), a Generation X (pessoas de 25 a 50) que não compram necessidades funcionais, mas "experiências", buscam marcas de atitude, além da contínua insatisfação (sempre atrás de novidades), temos agora a novíssima "Generation Y".
Mas ainda temos uns 20 anos pela frente para nos acostumarmos com estes "Y´s". A geração X ainda tem muito que comprar. Eles ainda são o principal foco de marketing quando analisamos o mercado (claro que não estou especificando nenhum produto/serviço em particular neste momento).
Interessante conhecer melhor estas gerações e suas peculiaridades. Para quem trabalha com vendas e marketing, não é só interessante, mas essencial!

quarta-feira, 19 de março de 2008

Improve your English!

Guarda Costas Alemão em Treinamento (em inglês)
Sensacional!!!!! Não deixem de assistir. Propaganda do curso de inglês Berlitz.
Hoje em dia, um currículo sem inglês e espanhol não passa nem na primeira triagem! Fiquem ligados!
By the way, what are you "sinking" about?!

video

Se não conseguir visualizar, clique aqui.

segunda-feira, 17 de março de 2008

Simplesmente LUXO!!!!



Quero finalizar meu MBA falando sobre Luxo. Informações, idéias, links, autores, dados, etc são muito bem-vindos!


Gilles Lipovetsky-"A idéia do luxo como supérfluo é nova e boba", assegura o filósofo explicando que hoje o luxo está associado a uma experiência emocional, não mais de mostrar, ostentar, mas de sentir , ter prazer ao adquirir luxo. "O luxo hoje não mais quer mostrar classe social, mas está relacionado à individualidade e à aparência, numa dinâmica subjetiva, em contrapartida às coisas que desaparecem rapidamente. Existe um desejo de que as coisas durem mais. Esta é a nova fronteira do consumidor do século XXI", conclui.

Luxo no Brasil
Embora formado por apenas 2,5% da população, o mercado de luxo no Brasil é um dos mais aquecidos do mundo. Em 2007 movimentou mais de US$4 bilhões e cresce cerca de 35% ao ano, segundo estudo da consultoria americana Bain & Company.
Definitivamente não estamos preparados para trabalhar com luxo no Brasil e é um mercado com potencial imenso.

Links:
Retrato do Mercado de Luxo no Brasil - Pesquisa da Exame de Abril 2007 (Excelente!)
Dar-se ao Luxo é um Luxo - Revista Pesquisa (Fapesp) -5 páginas analisando o lado antropológico do Luxo.

Cirque du Soleil

Aula de Empreendedorismo e Inovação.
Marco D’Amico, vice-presidente sênior de Marketing do grupo diz: "E chegamos então a uma posição adotada desde o início por todos os gestores do Cirque: arriscar é preciso. É assim que o negócio tem dado certo: apostando em idéias, sem medo de investir milhões, jamais economizando nem criatividade, nem dinheiro. E reconhecemos que é natural que essa criatividade envolva riscos.
Basta uma visita à sede oficial do Cirque, em Montreal (Canadá), para ver como cada departamento, cada pessoa trabalha com os mesmos ideais. O Cirque é uma incubadora de criatividade. As idéias borbulham por todos os lados, idéias que chegam de todo e qualquer lugar, e de qualquer pessoa."

LIÇÕES Resumindo em uma pequena lista o grande modelo de gestão
Cirque du Soleil, podemos concluir que os conselhos são:
1) Equilibrar arte e comércio
2) Arriscar sempre
3) Economizar nunca
4) Inovar
5) Investir em criatividade e qualidade
Seguindo à risca todos esses pensamentos, o Cirque hoje chega à marca de um crescimento de receita de 20% ao ano. Em apenas um final de semana, 120 mil pessoas estarão assistindo ao espetáculo do Cirque em qualquer lugar do mundo. Alguns espetáculos já foram vistos por 80 milhões de pessoas, em mais de 200 cidades do mundo. 10 milhões de pessoas viram pelo menos um dos espetáculos em 2007. A companhia canadense chega a gastar US$ 165 milhões para produzir um show - é mais do que a produção de todos os espetáculos de teatro produzidos na Broadway, em Nova York, juntos em 2007.

ESTAREI LÁ ASSISTINDO "ALEGRIA" DIA 17 DE ABRIL 2008, SEM FALTA!!
!!

Nada melhor do que começar pela FELICIDADE!!!!!!

"A marca de uma mente educada é capaz de cogitar um pensamento sem aceitá-lo."

Aristóteles (384-322 a.C). Figura essencial na evolução do pensamento ocidental.
Sermos abertos para novas idéias, flexíveis, inteligentes emocionalmentes é um grande diferencial competitivo.


Outra frase dele:"A felicidade depende de nós mesmos" - Ficar sentado esperando as coisas acontecerem não vai resolver nada, talvez só piorar.
Estes dias coloquei no meu MSN uma frase do Filósofo genial Jorge Forbes que gosto muito: "A felicidade é feita para os corajosos!" Vai dizer que não é mais fácil aceitar tudo como está, se misturar na massa e "deixar a vida levar"?
Para finalizar, segue abaixo "nosso filósofo" Fernando Pessoa esclarcendo, de uma vez por todas, que a felicidade depende SÓ de nós mesmos. Tem dúvida?


"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."